Vi... sei que vi!

Ontem vi...
Juro!
Vi um anjo descer dos céus...


Roupa branca, alma pura...
Corpo de mulher!
Beleza, grandiosidade, poder...
Incrível o Ser que vi.


Estaria louco, não sei ao certo...
Seria sonho, visão...
Não posso precisar.


Mas parecia tudo tão real...
Sentia lágrimas escorrerem pela sua face...
No entanto não as vi.
Sentia o bater do seu coração...
No entanto não toquei o seu corpo.


Mas eu vi!
Sei que vi...
Só posso ter visto!
Pois neste momento, não estaria a sentir o que sinto...
Desejo voltar a ver-te...
Quem sabe tocar-te...


Volta...
Vem até mim, por favor!
Não deixes este pobre poeta abandonado...
Volta e termina o que ainda não teve começo.
1 Response
  1. Daniel azevedo Says:

    Vá e lute pelo que queres e pelo que acreditas!