Lembranças de um tempo que não passou...

Não há muito tempo éramos amigos,
Passaram anos mas o tempo quase não passou…
O que devia ter sido até ao fim
Acabou por ter um fim prematuro.

Tenho na alma guardados todos os sentimentos,
Como se tudo estivesse bem...
Mas não está,
Tudo desapareceu, tudo se apagou…

Engraçado como ouço o tique-taque do relógio...
Todos estes segundos que eu perdi a enganar a saudade,
Todo o tempo que desperdicei com o pensamento,
Quando pensar acabou por destruir parte de mim.

Tinha tudo na palma da minha mão,
Simplesmente vivia.
Hoje restam as lembranças que não quero apagar
E as feridas que custam a sarar…

Ouve a minha alma,
É o meu último pedido.
Escuta a solidão, o sofrimento e a saudade,
Nada disso importa agora...
Pois estive demasiado ocupado a desperdiçar tempo,
Enquanto tu estavas sozinha e também a sofrer,
Mesmo assim imploro-te,
É o meu último pedido.

Atende às minhas preces,
É o meu último pedido…
Sê feliz.

Foto: O tempo parou de Márcia Brandão
1 Response
  1. Mikashitaka Says:

    lindo... deixaste me sem palavras, pois sentimentos assim , para mim são tao recentes que enm mesma sei o que dizer... apenas lindo