Pode até nem parecer mas eu sou teu!

A tua imagem toca os meus olhos cansados

E linha por linha construo a forma da tua face.

Tu estás ocupada a transformar pensamentos em obras de arte

Que vão estar, eternamente, penduradas nas paredes do meu coração.

Posso não ter o toque mas leve,

Posso não dizer as palavras mais deleitosas
E embora eu faça para que não se perceba,

Eu sou teu!


E embora seja eu bastante rude

E ache que o que faço nunca é razoável,

Pode até nem parecer,

Mas eu sou teu!

Estancaste-me todas as feridas até então abertas,

Envolveste por completo a minha alma,
Amaste a minha mente,

És o único anjo da minha vida…


As manhas frias de inverno, a teu lado,

São lindas manhas primaveris!

O sol brilha nesse teu esplêndido sorriso

E os teus lábios são o motivo da minha perdição….


Foto: Sou de outras coisas de Susana A. Rocha

3 Responses
  1. Sandro, que eu lírico mais intenso....Linda poesia!!

    bjocas


  2. Uma bela declaração de amor Sandro.
    Abraço


  3. romantic Says:

    olá sandro ler -te é muito bom ,pois parecemos partilhar a mesma dor,,a do amor impossivel ,forte abraço!