Não vivo, existo!

Tanto sonho que tarda em despontar,

E o tempo que foge por entre os dedos,

Tanto suspiro atirado para o ar,

Na ânsia de calar todos os medos.


A verdade é que não há mais tempo…

Não há mais tempo para viver!

O relógio parou sem avisar

E a verdade é que me sinto a desfalecer!


Estou quase sozinho…

Tenho-me a mim mesmo como companhia,

E nem isso me deixa sossegado

Porque a noite está escura e fria…


E este sofrimento que me destrói o corpo

Comprime a alma e me derrete o coração…

Este sofrimento que ninguém se atreve a vencer

Quando o mais simples é estender uma mão!


Uma palavra de amizade ou um simples gesto…

É que a ausência de tudo isto

Só consolida a ideia de que não presto!

E cada vez mais penso que não vivo, existo!


Foto: Give me your hand de Névio Dias

4 Responses
  1. Na maioria das vezes basta uma palavra, um abraço ou até mesmo um simples sorriso para mudar o rumo das coisas.
    Abração


  2. Kitty Says:

    “Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis.
    Já fiz coisas por impulso,
    Já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também decepcionei alguém.

    Já abracei pra proteger,
    Já dei risada quando não podia,
    Já fiz amigos eternos,
    Já amei e fui amado, mas também já fui rejeitado,
    Já fui amado e não soube amar.

    Já gritei e pulei de tanta felicidade,
    Já vivi de amor e fiz juras eternas, mas "quebrei a cara" muitas vezes!
    Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
    Já liguei só pra escutar uma voz,
    Já me apaixonei por um sorriso,

    Já pensei que fosse morrer de tanta saudade e... ...tive medo de perder alguém especial
    (e acabei perdendo)! Mas sobrevivi!

    E ainda vivo!
    Não passo pela vida...
    e você também não deveria passar. Viva!!!

    Bom mesmo é ir a luta com determinação,
    Abraçar a vida e viver com paixão,
    Perder com classe e vencer com ousadia,
    Porque o mundo pertence a quem se atreve
    E
    A VIDA É MUITO
    para ser insignificante"

    Charles Chaplin


  3. Magníficas fotos y preciosos poemas, aunque no sé portugués intento leerlo muy lento y enterarme de casi todo. Buen blog.
    Un saludo


  4. Nicole Says:

    Adorei estas palavras