Um abraço...



Dá-me um abraço
Para que possa acalmar a tua insegurança.
Não tenhas qualquer receio
Temos toda a noite e ela ainda é uma criança.

Um abraço reconfortante
Que não esqueças facilmente
Que desejes repetir
E que eu não consiga negar.

Esse abraço que o destino traçou
Mas que o tempo tem vindo a adiar.
Esse abraço entre o sol e a lua
Cuja intensidade nenhum eclipse poderá abalar.

Anda dormir comigo debaixo da luz da lua,
Abraçados, totalmente envolvidos, a sonhar…
Esperar que o dia desponte
E ao acordar com um beijo apaixonado te brindar.

Foto: Aquele Abraço... de Duarte Neves
1 Response
  1. gosto muito. :)
    e obrigadissima por me ter ali do ladinho :)