Madrugada


Pensar que já vivi na sombra escura,
No ideal de dor, triste ideal
Que, mais do que as paixões, o bem e o mal,
Trás sofrimento a toda a criatura!

E essa mesma paixão, uma flor amarga,
Foi um autêntico tiro no pé.
Uma completa falta de ternura,
Sempre complicada e angustiante!

Pensar que a vida é fácil,
Que tudo nos trará felicidade eterna,
É um erro, é negar a própria existência!

Hoje eu libertei-me, revoltei-me,
E este ódio é todo por ti,
Este misterioso amor perdido.
1 Response
  1. Crystal Says:

    Uma bonita poesia que me fez recordar uma das frases que faz parte da minha existência: A felicidade não existe, tudo o que existe são momentos felizes.Perde tempo quem aspira a eternidade...


    P.S.O teu blog está muito giro